24 # Carta para alguém que mudou a tua vida

agosto 11, 2013

Neste momento a minha música de fundo é a Musica do filme Crepúsculo (piano). Estou na varanda, sentada numa almofada com os pés apoiados noutra, apesar das muitas estrelas que se encontram no céu, sinto-me sem orientação, estou de rastos mas continuo aqui a tentar resgatar os últimos sinais de sanidade que me restaram após a tua partida.
Desde que me conheço que me encontro cada vez mais sem rumo, cada vez mais sem coragem para tomar uma posição para escolher um novo caminho para construir um novo rumo,  não sei o que fazer, para onde ir.
Às vezes fazemos o que achamos mais correto e não o que queremos realmente. Há momentos que damos a nossa própria felicidade em troca da felicidade do outro, temos certas atitudes só para que a outra pessoa não sofra, ou sofra menos. Damos parte de nós e afastamo-nos depois para evitar a dor a quem amamos.
Eu sempre achei que as nossas almas estavam ligas, que vivemos mil e uma vidas e que os nossos destinos se cruzaram em todas elas, e por estar tão ligada a ti é que sei o quanto sofres e o quanto te custa a situação em que estamos.
Uma vez pediste desculpa por te teres afastado e disseste «Às vezes é preciso afastarmo-nos das pessoas que mais gostamos, mas isso não quer dizer que as amamos menos, às vezes amamos mais ainda» eu compreendi, porque sabia que faria exactamente o mesmo. E estou em risco de ir por esse caminho. Sinto que te devo poupar a este sofrimento, apesar de ter a noção que ambos vamos sofrer na mesma.

«Difícil não é lutar pelo que mais se quer, e sim desistir do que mais se ama»

Um beijo,
Maffalda Cunha.

You Might Also Like

1 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images