o ser humano

agosto 13, 2013



Muitas das pessoas não sabem a sorte que têm. 
O ser humano só percebe que esteve bem quando está mal, só deseja o quente quando está no frio, só tem saudade quando deixa ir, só se arrepende quando cometeu o erro, só chora quando se magoa, só sente saudades do passado quando já está no futuro, só dá valor quando perde, só damos conta da gravidade da situação quando temos o coração partido, pobre coração. 
Nós somos prisioneiros de nós mesmos, acabamos por nos deixar sufocar pelos medos e ficamos reféns daquilo que somos dependentes. Passamos dias encurralados nas memórias e presos nas armadilhas daquilo que todos os pormenores nos fazem lembrar. 
Nós seres humanos somos o tudo no nada. Ora somos partes, ora somos inteiros.

Maffalda Cunha 

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images