Rosto tristonho.

maio 08, 2015

Naquele dia de inverno rigoroso, numa mansão enorme e vazia vivia um homem de meia idade. Estava distante de tudo, até da sua própria família porque acabou por se isolar de tudo o que o rodeava depois da morte do grande amor da sua vida.
O caminho da solidão nem sempre é uma opção, muitas das vezes é a única coisa que nos resta e além do mais se ficarmos sós ninguém tem de tomar a nossa dor, só nós mesmos. As memórias que guardamos connosco durante anos e nos conduzem a uma saudade incondicional, são capazes de nos destruir e de nos proporcionar dias infinitamente cinzentos.


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images